Você já tinha ouvido falar nessa misteriosa esfera metálica que supostamente teria capacidades eletromagnéticas estranhas e reverberações sonoras bizarras?

O mistério da ‘Esfera dos Betz’ começou em 1974, quando o engenheiro naval Antoine Betz, acompanhado de sua esposa Gerri e seu filho Mathew Betz, encontraram sem querer uma bola metálica perfeitamente esférica com cerca de 20 centímetros de diâmetro em Fort George Island, na Flórida. Enigma da ‘Esfera dos Betz’ – mistério é finalmente revelado Eles acabaram levando o misterioso objeto para sua casa na esperança de descobrir o que era aquilo afinal. Não demorou muito, a família notou que a bola metálica parecia reagir a ondas sonoras. gerando um tipo de ruído pulsante muito estranho. E pra tudo ficar ainda mais esquisito, a esfera podia desviar sua trajetória quando arremessada, algumas vezes voltando no mesmo lugar de onde foi lançada. A família logo começou a cogitar várias possibilidades na tentativa de compreender o misterioso objeto – talvez ela fosse uma peça de um satélite espião, ou parte de algum projeto secreto da NASA – mas não encontraram nenhuma resposta. Fato é que a tal esfera ficou na casa dos Betz por décadas, e o enigma só parecia aumentar: eles descobriram que a bola de metal parecia reagir a luz solar, gerando um tipo de ruído estranho duradouro. Depois também notaram uma discreta marca triangular em sua superfície, e logo pensaram que pudesse se tratar de um ponto magnético. Tempos depois a família relatou que sua casa estava sendo afetada por fenômenos paranormais, com portas e janelas se abrindo e sons estranhos surgindo em todo lugar. Sem conseguir descobrir nada sobre a esfera, a família resolveu revelar sua história para um jornal local e, quem sabe, conseguir a ajuda de alguns especialistas para decifrar o enigma. E de fato conseguiram, mas ninguém descobriu o que era aquilo afinal. Desde então o caso se tornou um daqueles mistérios insolúveis e polêmicos, e gerou muita especulação pelo mundo, com teorias variadas, desde as mais céticas até outras bem mirabolantes que envolviam até (sim, você acertou) alienígenas. 5 moedas mais raras do Real Finalmente a família conseguiu que o governo estudasse o objeto, que foi levado para a base militar de Jacksonville para ser examinada. Lá eles descobriram que a bola era feita de um material ferroso com cerca de 1 centímetro de espessura, que gerava 4 campos magnéticos (2 positivos e 2 negativos) que eram capazes de emitir ondas de rádio. Mistério Esfera dos Betz – Img 3 Com exames de raios-X também descobriram 2 peças redondas dentro da esfera que não pareciam ser radioativos ou perigosos. Porém a pergunta mais crítica ficou sem resposta, e ninguém conseguiu confirmar a origem do objeto ou mesmo sua finalidade. O assunto ainda permaneceria um mistério por muito tempo, mas finalmente tudo foi solucionado por acaso: a tal esfera enigmática era apenas uma das muitas peças que o artista James Durling-Jones criara em 1971 para uma de suas exposições. Suas esferas em geral contavam com um sistema de pêndulos internos que lhes davam movimentos aleatórios e podiam de fato gerar sons estranhos. O artista disse que perdeu várias dessas esferas durante o transporte por estradas, e que se lembra de quando isso aconteceu nos arredores do local onde a família Betz encontrou sua bola metálica em Fort George Island. Ele disse que até tentou recuperar todas, mas que algumas se perderam e rolaram para longe, e portanto ficaram perdidas, até que a família encontrou uma delas cerca de 3 anos depois. Quanto aos supostos fenômenos paranormais, ninguém pôde explicar o que de fato aconteceu. Muita gente acredita que tudo era apenas “cisma” da família que ficou impressionada com um mistério que já durava várias décadas. (curtoecurioso)https://youtu.be/euzPj7SJpNQ