Esta semana o estado conheceu a Patrona para os festejos Farroupilha deste ano, Alessandra Carvalho da Motta, que é a terceira escolhida para essa função, a primeira foi Nilza Lessa em 2012, depois foi a vez de Elma Sant’Ana em 2017.
Alessandra é engajada no movimento tradicionalista e traz como marca ter sido primeira prenda do estado em 1986/87, também foi Conselheira do MTG/RS em 1987.
Ela chega com um currículo invejável para ser Patrona dos Festejos Farroupilha justamente num ano onde o grande “Patrão” tem sido o vírus que vem ditando as regras para a sociedade mundial e aqui no estado não é diferente.
Quanto a escolha de seu nome, ela se diz surpresa com a indicação e muito honrada com o convite e espera fazer jus a sua indicação justo num ano atípico onde a cultura se rende a um protocolo externo nunca visto antes, “eu fiquei surpresa sim com a indicação e duplamente feliz por ter sido escolhida e por mais uma vez a mulher ter sido valorizada”, comentou.
Para ela entre as várias alterações e cancelamentos ocorridos em virtude da atual situação, as transferências tanto do acendimento da Chama Crioula, que aconteceria em Canguçu, como da Ciranda de ouro onde é escolhida a primeira prenda do estado que aconteceria em Santa Maria ambos adiados para 2021, “o jubileu de ouro da escolha da mais bela prenda, os 50 anos oficiais deste evento assim como o acendimento da Chama Crioula, são acontecimentos de extrema importância para o nosso movimento e este ano não teremos.” lamentou.
Apesar dessas e de outras alterações que ainda virão nas comemorações da Semana Farroupilha deste ano, Alessandra, acredita que as dificuldades serão todas superadas e que mesmo que alguns eventos importantes não aconteçam como de costume, as comemorações acontecerão e os Gaúchos não deixarão de festejar essa importante data, “se os encontros tiverem que ser virtuais, como acendimento da chama entre outros e certo é que irei desempenhar meu papel e tenho certeza de que faremos o melhor mesmo com as condições atuais”, lembrou a Patrona.

Primeiro encontro virtual

Uma das alternativas encontradas neste momento de isolamento social tem sido as “lives”, que graças a internet vem possibilitando que as pessoas mesmo afastadas uma das outras sigam se comunicando, apresentando trabalhos e reunindo gente em debates.
A primeira dessas lives da Patrona Alessandra da Motta acontecerá hoje as 19 horas e é uma iniciativa conjunta de Taquara e Igrejinha, os anfitriões são o vice prefeito de Taquara, Hélio Cardoso, ligado ao movimento tradicionalista e do advogado igrejinhense, Cicero Araújo, (criadores de cavalos Crioulos).
Alessandra da Motta fará sua participação de Porto Alegre e estará falando sobre sua indicação como Patrona dos Desejos Farroupilha e também do momento atual e as mudanças que ocorrerão este ano.
O tradicionalista, Hélio Cardoso, destaca a importância deste encontro virtual com a patrona por ser a única forma de debatermos um tema importante e atual trazendo a luz e dando a oportunidade das pessoas fazem suas perguntas, “a decisão que tomamos eu e o Dr. Cicero de promover essa live é com o intuito de informar as pessoas, ligadas ou não ao movimento, o que muda nos festejos este ano, além de estarmos juntos com a Patrona Alessandra que para nós é um honra”, declarou Hélio.
Hoje dia 11 de junho às 19 horas em – https://www.facebook.com/helio.cardosoneto