A criação deste produto está associada à situação econômica da Itália após a Segunda Guerra Mundial.

O Grupo Ferrero surgiu quando o avô de Giovanni, Pietro Ferrero, abriu uma loja de chocolates em Alba, na Itália, em 1946. O principal produto da loja era a Supercrema, uma pasta de avelã que teria sido a precursora da Nutella. Hoje, a companhia Ferrero é a segunda maior empresa de confeitaria do mundo.
Em 1946, Filipa Ambrósio inventou um creme de avelãs e cacau e chamou a mistura de Pasta Gianduja. O produto foi um grande sucesso de vendas e Pietro decidiu criar uma empresa especializada inteiramente na produção do creme. Hoje, o produto é muito popular e é comercializado sob a marca de Nutella desde 1964.
A criação deste produto está associada à situação econômica da Itália após a Segunda Guerra Mundial, quando as refinadas sementes de Cacau obtiveram preço elevado. Pietro Ferrero misturou Nozes, Cacau, avelã e leite para obter um certo tipo de chocolate cremoso e pastoso. Ferrero continuou a criar novas receitas e a aprimorar as suas antigas. Ferrero batizou a sua segunda receita cremosa de Supercrema Ferrero.
Com a morte de Pietro em 1949, seu filho Michele assumiu o controle da empresa e em 1964 lançou o produto campeão de vendas, Nutella.
Há 3 anos foi noticiado que a Ferrero vai adquirir a divisão americana de chocolates Nestlé por 2,8 mil milhões de dólares (cerca de 2,3 mil milhões de euros). O departamento americano de chocolates da Nestlé, que é a maior empresa de produtos alimentares do mundo, estava a entrar em declínio de receitas, tendo vendido apenas cerca de 912 milhões de dólares em 2016.https://youtu.be/iQlltFVKqNw